ViMus = Visual + Música

ViMus é um software que desenvolvo desde a graduação em Ciência da Computação. Começou em 2003 como um projeto para a disciplina de Computação Musical e Computação Gráfica, depois virou tema do trabalho de graduação e posteriormente da dissertação de mestrado.

Desde o mestrado até março de 2009 o projeto foi financiado pelo C.E.S.A.R que ofereceu uma bolsa de pesquisa e infraestrutura através do programa de inovação da empresa chamado Garage.

O ViMus é um sistema interativo de tempo real para processamento audiovisual integrado. Interativo por que tanto o artista quanto o público pode interagir com a obra; de tempo real por que o processamento é feito na hora em que o resultado está sendo exibido; e de processamento audiovisual integrado por que o áudio pode ser usado para alterar o vídeo, por exemplo.

No dia 24 de abril de 2009, dia da inauguração do Memorial Chico Science, o ViMus foi oficialmente publicado como código aberto e distribuido com a licensa GPL v3.0. Segue o link para download do programa e do código fonte: http://opensource.cesar.org.br/frs/download.php/36/vimus_mangue.zip

Desde 2009, com a ajuda inicial de Etienne Delacroix, iniciei a migração do ViMus pra GNU/Linux e atualmente é a versão que utilizo em meus trabalhos: https://github.com/jarbasjacome/ViMus

36 Respostas to “ViMus = Visual + Música”

  1. Bozzios Says:

    Me deixa bastante curioso, essa idéia do “casamento” de imagens e som. A sincronicidade é o caminho perfeito para o bom desenvolvimento das coisas.

  2. mozart Says:

    Muito boa a “brincadeira” lá no pátio na abertura do memorial chico science.
    Parabéns.

    Mozart

  3. VitinhW Says:

    Mas jarbas…

    Agora estar com os comandos!

    Será mas facil! ;)

    rsrs

    Vlw


  4. [...] sobre o ViMus Tudo sobre o ViMus http://jarbasjacome.wordpress.com/vimus/ Duração: 3 horas. Público-alvo: Parte I, II e III para público em geral e Parte IV para [...]

  5. Zzui Says:

    Oi Jarbas,
    sou Zzui (ou Ju, amiga do Fernando, rs) já te encontrei algumas vezes você em Recife e outra no evento no Itaú Cultural (SP). Enfim, to vendo aqui como instalar o Vimus, tenho feito experiências em video e teu programa seria muito interessante para um projeto futuro q teria live image, mas como já te perguntei uma vez, teria alguma previsão se esse teu programa pode ser rodado em MAC. Como fazer para viabiliza-lo nessa plataforma sem ter que instalar o WIndowns.

    grata e abraço. até mais

    jubis

    • Jarbas Jácome Says:

      olá Zzui! td bem? :)
      tenho muita vontade de compilar pro Mac a pro Linux. infelizmente acho que vai demorar um pouco ainda pois quero compilar a versão já com a interface pois ficará mais fácil pra vcs criarem efeitos.
      por enquanto, sugiro vc dar uma olhada com calma nos seguintes programas para Mac:
      pure data/gem, vvvv, processing, quartz composer, isadora, ou modul8 (que é mais pra VJ).
      inclusive está ocorrendo um evento gigante de pure data aqui em São Paulo onde estou até dia 26, a PdCon09. com certeza vai entrar pra historia desses tipos de software aqui no Brasil. até o proprio criador do Pure Data que é o mesmo do Max/MSP está aqui conversando com a turma.
      no início esses softwares parecem extremamente complicados, mas se vc tiver muita calma e se se indentificar com o processo vc vai detonar. é como aprender violão :)
      grande abraço!
      jjR

      • Zzui Says:

        grata!!!
        acho que quinta te vejo no On_Off, né isso? Por enquanto vou desenrolando pelo Modul8. abração


  6. Não achei vc no myspace. O meu é http://www.myspace.com/marcosthanus.

    abraço

  7. Jarbas Jácome Says:

    Oi juninho,
    É bom te ve interagindo com toda essa rapazeada.
    Vc está bombando, parabéns. Atualize seu lattes.
    Deus te abençoe.
    Jarbas Jácome

  8. Jarbas Jácome Says:

    Olá Raoni Ozolins!
    o que acontece é o seguinte:
    - quando vc aperta ‘g’ ele captura a imagem que estah na camera e guarda como referencia.
    - tudo que mudar depois q vc apertar ‘g’ fica sendo considerado algo diferente do fundo e é o que o programa considera como o elemento que se move na cena. essa é uma técnica bem rudimentar de “tracking” chamada “background subtraction” ou subtração de segundo plano.

    o que estah acontecendo com vc sao dois problemas:

    1. quando vc estah apertando ‘g’ seu braço está na frente da câmera e fica dentro da cena como parte do “background” quando vc tira o braço a parte da imagem onde estava seu braço muda e fica sendo considerada um objeto. que vai ficar ali pra sempre parado. por isso o cubo não se mexe muito.

    2. as webcams possuem um sistema de ajuste automático de brilho. quando vc aperta ‘g’ vc pega o background quando a camera está ajustado para um certo brilho. se depois de apertar g vc muda muito a iluminacao que a camera estah captando ela reajusta a iluminacao fazendo a imagem toda ficar mais clara ou mais escura. isso faz com que o ViMus considere que tudo ficou diferente do background e ai o cubo fica localizado no meio da tela pois a tela toda fica sendo considerado o objeto se movendo.

    dica: pra saber o q ele detecta diferente do fundo aperte a tecla ‘m’

    espero q com essas dicas vc consiga agora.

    ah para deixar a imagem com as cores normais sem estarem invertidas aperte ‘x’

    grande abraço.
    jjR

    • Jarbas Jácome Says:

      esqueci de dizer como resolver o problema 2:

      tem duas formas:
      1. depois que aperta ‘g’, de um jeito q nenhuma parte de seu corpo apareça na frente da imagem. vc se distancia da camera e lah de longe coloca o braço ou o corpo e vai se mexendo. fazendo isso vc nao vai mudar muito a iluminacao incidente na camera e assim ela nao vai reajustar e bagunçar o “background subtraction”

      2. configurar a webcam usando um programa chamado AMCap.exe pra que ela não fique fazendo reajuste automático de iluminação. apenas algumas cameras permitem isso. se vc nao tem o AMCap, baixe aqui: http://www.baixaki.com.br/download/amcap.htm clica em “options” e nas opções de “pin” que aparecem procure alguma caixinha escrito “auto” e desmarca, isso varia de modelo pra modelo. se vc nao conseguir me manda pra cá o que aparece no seu modelo de webcam.


  9. Olá Jarbas,tenho bastante interesse em desfrutar dessa área de misturar imagens com o som,e por as imagens no ritmo das músicas…
    nunca fiz isso mas me desperta bastante criatividade pra o audio visual existente.
    existe um tutorial para esse programa?

    • Jarbas Jácome Says:

      Salve Antonio!
      não fiz um tutorial pq a versão atual do ViMus é muito limitada e não permite que o usuário crie seus próprios efeitos pois não tem interface gráfica. dependendo de como as coisas se desenrolarem ano que vem vou lançar a aprimeira versão do ViMus com a interface OBOGUI e com vários efeitos já prontos mas que sejam fáceis de ser modificados. Enquanto isso não acontece vc pode fazer uns testes com o ViMus lendo o mapa de teclas que vem nele no manual em TXT. Outra possibilidade se vc quiser tiver pressa em avançar profundamente nisso é baixar o Pure Data e o GEM e ler o manual do pure data e depois o do GEM e fazer os primeiros tutoriais do Pure Data e depois os do GEM, apenas estudando os exemplos que já vêm neles vc vai conseguir fazer coisas incríveis.
      http://www.youtube.com/results?search_query=pure+data+gem&search_type=

      pra baixar o Pure Data:
      http://crca.ucsd.edu/~msp/software.html

      pra baixar o GEM:
      http://gem.iem.at/

      o PD não precisa instalar é só descompactar e rodas. para o GEM rodar vc tem q fazer o Pd saber que ele tah instalado. pra fazer isso leia calmamente as instruções de instalação do GEM.

      se junte com os outros brasileiros que usam pure data! entra na lista de discussão:
      http://devolts.org/artesanato/

      aqui em recife tem outros dois amigo que manjam muito de pd:
      http://jeraman.wordpress.com/
      http://rbrazileiro.info/

      grande abraço!
      jjR

  10. Raoni Ozolins Says:

    olá Jarbas. Eu nao fiz o esquema de apertar “g” antes de usar o cubo! Então preciso me preocupar com que a imagem fique a mesma antes e depois da tecla “g”…

    Vo fazer assim então:
    Passo 1- escolho um fundo mais neutro tipo verdão de chroma key.
    2- Saio da tela e aperto “g”.
    3- Ai sim volto para a cena e aperto “n” para que apareça o cubo certo? Vo fazer o teste e posto o vídeo aqui pra tu ver!

    Abraço vlw pela força!

  11. ueda Says:

    salve jarbas!
    quem fala é ueda, que conheceu no sergio motta!
    esqueci de pegar seu e-mail e queria rolar uma idéia contigo!
    comofaz?
    valeu!


  12. [...] Downloads Notícias ViMus ViMus OBOGUI NOVO! Vitalino Crepúsculo dos Ídolos Pernambuco Percussivo Afrobeat Machine [...]

  13. Lucas Says:

    Conheci o programa através de um amigo e pirei demais na ideia. baixei mas aqui no pc tá dando o seguinte erro: Erro ao iniciar captura MIDI: MMSYSER_BADDEVICEID

    A câmera tá funcionando. Teria como corrigir?

    Abraços

    • Jarbas Jácome Says:

      Olá, Lucas.
      muito obrigado por baixar o programa e tentar usar.
      infelizmente essa versão do programa está num estágio muito experimental ainda. sem interface grafica. pra usar basta vc usar as teclas indicas num manual.txt que vem no zip. da uma lida nele e divirta-se!
      quanto a esse erro é uma besteira, pode ignorá-lo. ele acontece pq talvez vc nao tenha nenhum dispositivo MIDI instalado. MIDI caso nao saiba eh um rpotocolo de comunicacao usado para instrumentos musicias digitais (seja hardware ou software) se comunicarem. protocolo é um jargão de computação q usamos para chamar regras de comunicação entre softwares ou máquinas. o ViMus recebe MIDI pq uma vez numa cadeira de inteligencia artificial fizemos um modulozinho no vimus pra reconhecer ritmos vindos de um intstrumento MIDI. qq coisa to aqui ou no email jandila arroba gmail ponto com. aguarde em breve a versao com interface grafica e ai sim vc podera fazer seu proprio programa com ele! ;) veja como serah essa interface em http://jarbasjacome.wordpress.com/vimus-obogui/ grande abraço!


  14. [...] apresentou seus trabalhos realizados com softwares livres, a exemplo do ViMus, e Lourival Cuquinha apresentou os projetos Varal e Ouvidoria, e uma pequena amostra de Artraffic. [...]


  15. [...] Itaú Cultural Arte-Cibernética 2007. Sua graduação e mestrado resultaram no software livre ViMus, financiado pelo C.E.S.A.R, e utilizado em instalações artísticas,institucionais, espetáculos [...]


  16. Olá Jarbas
    É com muita honra que te parabenizo pelo seu trabalho. Além de você ajudar muita gente, é um prazer para mim ser seu xará. Parabéns.

  17. Ana Toste Says:

    Olá Jarbas
    Muito obrigada por disponibilizar este trabalho.
    Sou professora de música e tenho alunos com necessidades educativas especiais. Estou a aprender a utilizar este programa em alunos com multi-dificiencia, juntamente com outros programas, para estimular a produção de som.
    Continuação do excelentre trabalho
    Ana

    • Jarbas Jácome Says:

      Olá, Ana.
      Obrigado pelo comentário. Muito bom saber disso. Em 2007 fiz uma oficina numa escola para deficientes auditivos. Foi uma experiência muito legal! Estou a disposição para ajudá-la.
      Abraço.
      jjR


  18. [...] oPrêmioRumosItaúCulturalArte-Cibernética 2007. Desde 2003 desenvolve o software livreViMus, que utiliza em instalações interativas e apresentações audiovisuais, tendo exibido em eventos [...]


  19. [...] 2009 e o Prêmio Rumos Itaú Cultural Arte-Cibernética 2007. Desde 2003 desenvolve o software livre ViMus, que utiliza em instalações interativas e apresentações audiovisuais, tendo exibido em eventos [...]


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: